(11) 3871-5708 (11) 98718-2191 Segunda - Sexta 08:00 - 18:00 Rua Ponta Porã, 1223 – Alto da Lapa – São Paulo – SP
(11) 3871-5708 (11) 98718-2191 Segunda - Sexta 08:00 - 18:00 Rua Ponta Porã, 1223 – Alto da Lapa – São Paulo – SP

Pós Parto – Como a Alimentação Interfere Na Disposição da Mãe?

VeiculoGrupo Vidar
Data01/2016
ConsultoriaNutricionista Renata Buzzini

É fato que o pós parto pode proporcionar à mãe cansaço, falta de disposição,  além da ansiedade e preocupação mas, muitas mulheres possuem mais dificuldade em se adequar à nova rotina, ao aleitamento materno e às tarefas diárias.

Alguns alimentos auxiliam a aumentar essa disposição, repor vitaminas e minerais e espantar a falta de ânimo. Mas não podemos deixar de lembrar que de nada adianta ingerir todos os alimentos sugeridos se a alimentação não ocorrer a cada 3 horas e a hidratação for adequada.

Para facilitar nessa organização:

  1. Deixe próximo ao local que faz o aleitamento materno um pote hermético com alimentos secos, de modo que não seja necessário se deslocar a cada vez que precisa comer;
  2. Da mesma forma, todos os dias prepare um chá (gelado ou quente) e coloque em garrafa térmica, deixando a mesma sempre à disposição;
  3. Evite alimentos industrializados, por mais práticos que sejam, priorize o quanto conseguir alimentos pouco processados ou naturais;
  4. Deixe na geladeira frutas e legumes em potes com porções individuais, assim, no momento do lanche, fica mais rápido comer sem ter que higienizar, descascar e cortar;
  5. Deixe garrafas de água em pontos estratégicos, assim você lembra de ingerir e estão sempre disponíveis onde estiver.

 

Dicas de alimentos:

Banana – 1 vez ao dia, para quem gosta vale a pena amassar e misturar com 1 colher de sopa de aveia ou pasta de amendoim caseira. A bananinha seca, sem açúcar, também pode ser uma opção prática que ajuda a sanar a vontade de comer doce.

Ovo – 3 vezes por semana, pode ser uma ótima opção para aqueles dias que acorda já fadigada, por uma noite mal dormida, sendo a sugestão 1 ovo mexido de café da manhã. Rico em vitaminas do complexo B, melhora o funcionamento do sistema nervoso central.

Oleagenosas – 1 porção (1/4 xícara) por dia, sendo castanhas, amêndoas, nozes, macadamia, entre outras similares. É importante que não estejam salgadas, e que a porção seja já separada, senão, no momento de fome, é fácil errar a mão e comer o dobro.

Chás – até 500ml por dia, sendo cidreira, hortelã, camomila e erva doce. Aumentam a hidratação, ajudam a eliminar toxinas, e muitas vezes geram uma sensação de prazer e calmante.

Frutas cítricas – 1 a 2 porções (1 xícara de chá) por dia, sendo laranja, abacaxi, kiwi, limão, entre outras. Além de aumentar a imunidade, estão associadas à redução nos índices de depressão pós-parto.

Cereais integrais – ½ xícara de chá por dia, sendo cereais matinais integrais, granolas, biscoitos integrais, sementes de girassol, arroz 7 cereais ou 7 grãos, e similares. Esses alimentos aumentam o bom humor e a concentração e evitam a fadiga. A dica é deixar a porção de cereais matinais ou biscoitos em porções já em potes ou sacos próprios para alimentos na dispensa, assim não corremos o risco de perder o controle sobre o volume e se torna prático.

Frutas secas – ¼ xícara de chá por dia, sendo uva passa, damasco, tâmara, ameixa preta, entre outras. Todas elas podem também ficarem disponíveis em potes herméticos ou porções prontas sempre próximas ao local de aleitamento, a fim de facilitar o acesso. Elas são ótimas opções para a madrugada quando a mamães estão acordadas, pois aumentam o poder de atenção, concentração e energia.

Deixe um Comentário

× Como posso te ajudar?